27 fevereiro, 2006

Decidi... Está decidido!

Pois bem... Decidi por a render os meus €€€ na conta do Prof. Alberto Barros. Assim! Em 5 minutos!
Quer dizer... não fui bem eu que decidi, foi mais o maridão. Eu não sei se ria, se chore, mas concordei. O que eu quero é o meu bébé, e se tenho que ir para algum lado, vou para o melhor!

Alem disso, e como sou uma "sumitica" (Tou a brincar, mas o dinheiro custa muito a ganhar), decidi inscrever-me no publico tambem.

A consulta com o Prof. já está marcada para o dia 04 de Maio (Leram bem!) pelo que, para já só me resta esperar, namorar e festejar (Os vossos positivos, claro!).

Queria dar um agradecimento especial à Cvieira pelos contactos e pela ajuda que me tem dado, à nossa Hope por ter sido fundamental na escolha da clinica e um grande beijinho à Algodão Doce pelas visitas que me tem feito a este blog.

A TODAS
Bom Carnaval!

Bacokinha

24 fevereiro, 2006

Estou Furibunda!

Não é que o raio do meu computador se lembrou de avariar pela segunda vez em menos de um mês?!?

Mas quem é que me anda a "amandar" viroses por mail?!?

Primeiro o disco foi à vida, agora o processador! Mas que raio está a acontecer?!?

Ó Rodelinhas, tu que agora és vidente, não me sabes dizer quem me mandou para cá a gripe dos PC's???

Um optimo fim-de-semana
Bacokinha

23 fevereiro, 2006

A minha história...

Como sempre as coisas não funcionam da maneira que as programamos. Pensei em contar-vos o meu percurso de vida e só depois abrir as portas do blog. Não aconteceu assim, e ainda bem que assim não foi. Então…

Nasci há 32 anos, na nossa Invicta. Passado um ano nasceu o meu único irmão e após o falecimento do meu pai (De quem infelizmente tenho poucas recordações) vivemos felizes os três. Eu, a minha mãe e o meu irmão. Felicidade é pouco para descrever a minha vida com os dois.

Quando tinha 18 anos, a minha mãe decidiu mudar-se para outro local. Lá fomos os três. Felizes novamente, com a casa nova que finalmente a minha mãe teve oportunidade de comprar… com a franqueza das pessoas… com a liberdade que não conhecia no Porto. Fomos para uma vila pequenina e muito acolhedora.

Aí, conheci a pessoa que ainda hoje me faz feliz.. Namoramos 10 anos e por fim veio o casamento. Casamos em 2003 e estava previsto que os bebés viessem de seguida. Não aconteceu…
Já tinha tudo programado. Em que quarto iria ficar, se fosse menina como se chamar, relva no jardim para brincar… E melhor que tudo: O meu lindo irmão seria o padrinho.
Também não aconteceu.
Há uns meses atrás o meu irmão decidiu ir para França durante 4 meses. Só conseguiu ficar um mês. Num domingo de manhã, uns dos amigos ligou-me para o telemóvel e veio a noticia… O meu irmão tinha falecido. Assim…sem nada que o fizesse prever… apenas… partiu…

A minha vida parou ali. A minha mãe não ficou bem, e eu detestava Deus. Não queria sequer pensar num filho, pois entendia que Deus não tinha o direito de me tirar o meu irmão, para me dar o meu filho. Valeu-me o meu marido, a quem devo muito. A quem devo TUDO. Não me teria recomposto sem ele.

Hoje estou mais tranquila. Mais feliz. E o desejo de ter um filho voltou. Sei que o meu irmão está a olhar por mim. A olhar por todos os que necessitam. Sinto-o.

Sei que mais dia, menos dia, me mandará do céu aquilo que eu mais desejo. O meu Anjo.

A vossa

Bacokinha

22 fevereiro, 2006

Obrigada!

Obrigada amigas(os)!

Bem se diz: "Quando se fecha uma porta, abre-se uma janela".
Eu ainda não tinha aberto as portas do blog, e tantos amigos me entraram pela janela. ADOREI!

Em relação à minha consulta: Primeiro que tudo devo dizer-vos que confio inteiramente no prognóstico e tratamento recomendados pelo meu médico. A famosa FIV.
Como o resultado do espermograma não foi dos melhores, fazer uma IA seria perda de tempo e de dinheiro.

Agora estou num dilema. Gostava muito da vossa opinião em relação a este assunto.
O médico recomendou-me que esta fosse feita no Hospital de Guimarães (Publico), onde trabalha, mas pelo que sei as listas de espera para a primeira consulta rondam os 7 meses. A acrescer a isso, há tambem o tempo entre a consulta e um possivel ttt.

Tenho neste momento possibilidades monetárias para uma FIV no particular, mas o meu pensamento neste momento é: Estipular o prazo de Dezembro de 2006 para um ttt no publico e se não consuguir fazer nenhum ttt até lá, aí sim, partir para o privado.

Tenho medo de investir já as minhas economias numa incerteza... o resultado ser negativo... a frustação aumentar... o dinheiro perdido... o pensamento que devia ter aguardado pelo ttt no Hospital... não sei...

Amigas(os), o que fariam no meu lugar? Investiriam já no privado ou aguardavam pela chamada do público? Tenho 32 anos. Sei que não posso esperar muito, mas infelizmente, e mais vezes do que gostaria, os euros falam mais alto.

Tinha muito gosto em saber a V/ opinião.

Um beijo enorme
Bacokinha

21 fevereiro, 2006

Estou muito triste

Há sempre alguem pior que nós. Infelizmente, SEMPRE.
Ontem não estava nos melhores dias. O fim-de-semana não foi dos melhores e não consegui alterar esse estado de espirito.
Já de noite, bem depois de ter chegado a casa, vejo uma mensagem de uma amiga virtual no telemovel:
"Espero que corra tudo bem com a consulta de amanhã. Não pude ligar mais cedo porque ... faleceu e foi hoje o funeral."
Como é possível alguem se ter lembrado da minha consulta com a dor que sentia? Há pessoas que não existem. São dádivas de Deus. Até me sinto mal comigo. Eu preocupada com a consulta... Mas o que é uma consulta comparada com a perda de quem se ama?

Amiga, estou solidária com a tua dor. Sabes que sei bem o que sentes. Ainda há bem pouco tempo perdi uma das pessoas que mais queria neste mundo. Dáva a vida por ele. Mas infelizmente foi ele que partiu. Concerteza vai estar no ceu para receber o teu ... .

Um beijo forte para ti. Já estavas no meu coração, mas ontem marcaste-me para a vida.

Bacokinha

20 fevereiro, 2006

Há dias assim!

Hoje é dia NÃO!
Porque é que as coisas tendem sempre a andar para trás, nem que seja um bocadinho?
O fim-de-semana não correu como esperava e não me sinto com forças para iniciar a semana e abrir as portas do blog.

Hoje é dia NÃO, mas sei que, em breve, virão muitos SIM! Vou fazer por isso.

Bacokinha

17 fevereiro, 2006

O Fim-de-semana...

... está à porta, e eu estou excepcionalmente cansada.
Como o meu colega de trabalho está de férias, tive que remar este barco sozinha e não foi fácil.
A tensão que antecede a consulta da proxima terça-feira tambem não ajuda e já se começam a sentir sinais do meu nervosismo. A minha pele parece que está em erupção.
Isto não é bom sinal!

Segunda-feira contarei a minha história de vida, e abrirei as portas deste blog ao mundo.
Até lá, irei acompanhando as histórias dos outros!

Bacokinha

16 fevereiro, 2006

O espermograma

O resultado chegou ontem por fax. A ansiedade era tanta que não consegui aguardar a espera via CTT.
Não era o que queriamos, mas o problema (ou parte dele) está detectado.
4% normais e 6% de mobilidade progressiva rápida. A consulta é dia 21, e definiremos o "plano de ataque".
Apesar de tudo...estou feliz!

Bacokinha

14 fevereiro, 2006

O principio...

Hoje é dia dos namorados. Este blog tem o seu inicio nesta data em homenagem ao meu querido marido e ao amor que nos une. Só nos falta uma semente.
Fico com a esperança de voltar bem cedo a falar-vos nela. No nosso Anjo.
Até lá... continuarei à espera dele...

Bacokinha